Perfectos paulistanos

Meu bloqueio continua, mas vamos tentar voltar à ativa.

Feriado de 7 de Setembro fiz como D. Pedro I: fui para São Paulo. Minha amiga de lá nos levou para a ceninha indie, a Rua Augusta, famosa por suas casas de moçoilas nada familiares, mas também point da galera jovem e moderna paulistana.

Fomos pra Outs, uma boate que toca rock, com shows no primeiro andar e pista com DJ no segundo. No dia teria show da banda Rock Rocket (http://www.rockrocket.com.br/ – foto abaixo), um tributo ao Ramones. Antes de entrar, fomos para um bar do lado e lá pude perceber um figurino bem curioso dos meninos “indies” de SP. Apesar de não estar tão frio como poderia estar no inverno paulistano, muitos caras estavam de casaco de couro, alguns até com a Perfecto – jaquetas de motoqueiros imortalizadas por Marlon Brando no cinema (foto acima).

Uma hora da noite, minha amiga avisa que aqueles meninos cabeludos que sentaram na mesa ao lado eram da banda. Como uma boa desatualizada em novas bandas de rock, não os conhecia. Dois deles estavam de jaqueta de couro, camiseta de malha e calça jeans sequinha. Me lembrou muito o visual dos Strokes – algo bem rock’n roll, mas mesmo assim “fino”, em uma elegância revoltada européia dos anos 60. Também me lembraram o figurino de James Dean em Juventude Transviada (última foto), que também imortalizou a jaqueta de couro e o jeans como uniformes dos jovens libertinos (naquela época…)

Mas quando me toquei que a noite era em tributo aos Ramones, fiquei na dúvida se aquele figurino da maioria do lugar era uma espécie de homenagem a Joey e cia., ou se era um fenômeno rock’n roll da paulicéia. Mas vendo fotos do Rock Rocket, vi que eles costumam usar mesmo as jaquetas.

Os indies que eu vejo são os do Rio e, não sei se por causa do clima ou pela concorrência ferrenha com o colorido tipicamente carioca e os ritmos mais brasileiros, eles são menos “hey yo, let’s go!” que os paulistas. Acho que acabam sendo menos montados que os do outro lado da Dutra. Mas sem desmerecer o look de atitude dos paulistanos.

Anúncios

5 opiniões sobre “Perfectos paulistanos”

  1. Bem, aqui em SP a gente generaliza mais as coisas com relação à cena jovem. Chamamos de “moderno” qualquer um que ouse um pouco mais na roupa, e também os que não ousam (esses da perfecto, com jeans azul claro sequinho).Tem de tudo, e muitos movimentos. Eu particularmanete confesso uma especie de preconceito, com os que participam de movimentos, porque pra mim parece que eles seguem só a moda do movimento. No Rio, eu notei que se repeita mais os estilos e movimentos, e que a coisa vaia lém das roupas e da moda. Também se generaliza menos. Por fim, eu adorei a forma como vc descreveu o que pra gente(pra mim e muitos em sp) não passa de imagem e não tem valor algum.

  2. Helmara…

    Muito legalll….seu blog….

    Estou no final no curso de design de moda…e é muito bom ler bons textos…

    Parabens….

  3. Marcia, você afinal descobriu onde podemos comprar aqui no Brasil os maravilhosos vestidos mexicanos como os da Frida Kahlo???

    Se descobriu me escreva , por favor!!!

    Cristina

  4. Olá Cristina, tudo bom?

    achei engraçado porque o caderno Ela, do O Globo, fez a matéria de capa sobre esses vestidos né?

    Mas eu ainda não descobri aonde encontro um desses aqui no Brasil… Até na matéria, deu pra ver que todas as usuárias e fãs deles compraram no exterior, uma pena!

    Mas na Cantão eu vi um bem parecido, só que curto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s