O labirinto do jornalismo de moda

Os blogs anunciam: jornalismo de moda está na moda!

Infelizmente, sempre entro na onda quando todo mundo resolve entrar também (e sem saber!). Mas por um lado é bom porque tenho tantos outros perdidos como eu. Porque é muito difícil escolher uma carreira que ainda está engatinhando no Brasil.

As coisas estão mudando, eu sei. A matéria da revista Capricho (que saiu no Oficina de Estilo neste link) mostra que cada vez pessoas se interessam mais em trabalhar na área como um indício que o mercado está crescendo e ele demanda outras profissões além do estilista (antes todo mundo achava que moda era só isso, não é?)

Mas este pensamento continua nas universidades, não é possível! Sou formada em jornalismo e quero ser jornalista de moda. O que fazer? Maria Prata já deu idéias no seu blog neste post super comentado, mas todo mundo parece meio perdido. Pensei em fazer um mestrado – mas não seria muito acadêmico para quem quer entrar no mercado? Pós em moda. Não é muito voltado para criação? Pós em styling? Quero ser JORNALISTA, não styling… Mas não é preciso ter formação mínima em moda?

Pode ser que não, mas tenho necessidade de teoria porque dá bagagem que você não consegue sozinha – a troca de conhecimentos com professores é muito importante, além de ser um jeito de fazer novos contatos e aumentar seu networking. E, poxa, quero continuar minha formação! Fiz o maravilhoso curso da Iesa Rodrigues no Senac, de Jornalismo de Moda, mas quero ir além – mas me sinto perdida.

Flávia Mendonça, que foi minha professora no curso da Iesa, me deu a dica de não ficar fechada no mundinho da moda – se eu quero jornalismo, é jornalismo que eu tenho que fazer. Mas, infelizmente, ainda existe muito preconceito com este lado da profissão nas faculdades de comunicação, que não possuem nem uma eletiva sequer que aborde o tema.

E o resultado é que estou mais perdida que cego em tiroteio…

Anúncios

11 opiniões sobre “O labirinto do jornalismo de moda”

  1. infelizmente o brasil ainda engatinha nesse sentido…a questão é ser um pouco auto didata tbm e estudar o máximo possível o assunto.. Márcia, o curso da iesa valeh a pena mesmo? Eu me cadastrai pq eles ficaram de me avisar quando abrisse turma mas até agora neca…hehehe..Agora já que vc levantou essa questão eu levanto outra: onde a gente pode trabalhar com jornalismo de moda aqui no Rio de janeiro? pelo que eu já busquei o mercado é beem restristo e infelizmente nunca consegui nessa área por aqui…tenho uma amiga tbm que tem um currículo fodástico em mkt de mda e não cosnegue nada do gênero por aqui…aff, desculpa o pot desabafo 🙂
    beijosss!!!

  2. É uma área super difícil para pessoas de fora do mundinho, mas que cursos, acho que a pessoa tem q ser muito autodidata e luuutar muito para conseguir um emprego na área.

  3. Marina, como não dá pra te responder de outro jeito, vai por aqui ehehe

    Concordo, pior do que curso de jornalismo de moda é TRABALHO na área aqui no Rio. Como diria Ale Farah pra mim no último Fashion Rio, “menina, o que você tá fazendo aqui, vai pra sp!”

    e liga pro senac copacabana, é melhor que se inscrever em lista. eu gostei bastante, principalmente das aulas da própria iesa

    bjs

  4. oi márcia super obrigada por ter respondido… e realmente eu só estou no rio pq preciso me formar, mas depois eu acho que mando pra sp fato!!! hehehe
    como diz o meu tio…” o rio é lindo, mas é inoperante..”
    bjobjo!

  5. Adorei seu post, principalmente porque me encontro na mesma situação!! rsrsrsrsrs. Sou formada em direito, mas a única coisa que levo da faculdade é o amor por escrever. Hoje faço design de moda com o objetivo de trabalhar com jornalismo de moda, porém aqui no Rio é praticamente impossível!! Também me cadastrei no curso da Iesa, pelo menos espero uma luz para nossas perguntas!! rsrsrsrs.

    Aproveito pra te convidar a conhecer meu novo blog: http://www.myfashionlounge.blogspot.com
    bjs

  6. Olá Márcia,
    Olha te dizer… O mais complicado do jornalismo de moda é você achar pessoas que realmente entendam a moda e não apenas fiquem maravilhadas com Gucci, LV, e achar q vão cobrir semanas internacionais de moda do ladinho da Anna Wintour.
    Eu tinha um blog, crescemos agora somos um site, e você não faz idéia do desespero que é achar alguém pra sim, trabalhar com jornalismo de moda. Ou as criaturinhas que me aparecem acham q o mundo é de plumas e paêtes, ou não sabem nada.
    E isso se torna ainda mais difícil em se tratando de um site como o Modices q tem uma proposta diferenciada, é um veículo online, as informações tem que ser rápidas, ágeis e apaixonantes.
    Enfim…
    Tb fiz o curso da Iesa, ela é ótima, e estou começando a achar que é mais fácil achar jornalista de moda nas faculdades de moda q de jornalismo.
    Um beijo e muito prazer,
    C.

  7. Primeiro gostaria de dizer que o Bainha de Fita-Crepe me encantou.
    Adorei esta matéria sobre jornalismo de moda e tb os comentários sobre o assunto. Realmente, ou vc está em Sp “E” é bem relacionada com o meio “OU” se arrisca no RJ e corre atrás sem saber se chegará a algum lugar. O que acho é que desistir, NUNCA! O meu caminho foi diferente, fiz Estilismo na Univ Cândido Mendes aqui no RJ mas nunca trabalhei na área de moda, senti muita dificuldade em entrar na área sem ter alguma indicação. Pude perceber que, para as que desenhavam muito bem, tinham o dom de criar no papel literalmente, portas se abriram. Achei ótimo, precismos sempre de muita criatividade! No meu caso que curto muito a parte de pesquisa, tendências, o porquê determinadas pessoas gostam mais desta ou daquela cor e até mesmo a influência das cores no dia a dia de cada uma de nós, fiquei na vontade. Depois de um certo tempo me afastei de opinar/escrever em sites ou fóruns mas essa vontade me persegue há 07 anos. Agora, aqui estou eu querendo fazer o curso do SENAC – Jornalismo de Moda – ao mesmo tempo que leio os comentários sobre tal assunto. Depois dessa leitura tenho dois caminhos – desisitir ou insistir. Sou teimosa, vou insistir.
    Bjs a todas e gostaria de trocar mais informações com vcs. Se eu puder ser útil em algo, aqui estou.
    Paula Saab RJ
    psaab@pobox.com

  8. Ola! Fico feliz em saber que há tantas pesssoas se sentindo como eu me sinto!looost !rsr
    Sou formada em nutrição, sempre trabalhei e trabalho com turismo mas sempre o que eu quis mesmo era fazer moda.
    Fiz um curso de produção de moda no Senac e agora vou fazer o de pesquisa de moda…sem contar q, também quero fazer o da iESA!!!
    A dúvida é:faço uma outra faculdade ou dá p/ chegar em algum lugar só com cursos ?O Q. VC’S acham???Podem me mandar email:renataholandino@gmail.com
    Bjo e adorei o blog

  9. Bom,numa coisa todos aqui estão certos.SP é,em questões profissionais e até culturais mais avançado que o Rio.Até em questões de sociedade,em São Paulo as pessoas são mais abertas e ousadas.Mas ao meu ver,independente de qualquer obstáculo,conta muito a força de vontade e a dedicação.Sei que muita gente que tende ao jornalismo de moda não tem interesse em conhecer outras áreas,como estilo,tecelagem,modelagem etc.A questão é que ao meu ver pelo menos,o conhecimento ou no mínimo uma boa base destas áreas são importantes também para quem quer falar sobre moda.Para falar de qualquer coisa é preciso saber sobre ela antes.Ao fazer uma crítica sobre um desfile é necessário entender todo o contexto e o que o cerca.Todo detalhe é válido.Como a "equipe modices" falou,o árduo é achar pessoas capacitadas.O problema é que de certa forma,com toda essa onda e glamurização da moda,cada vez mais pessoas "acham" que podem fazer.Não estou querendo desmerecer ninguém,mas sabemos que isto acontece.Estou falando por experiência própria.Quando entrei na faculdade de Moda,tinha um olhar bem diferente do que tenho hoje,um olhar mais fútil,mais superficial.Muitas pessoas que entraram comigo tinham a mesma ou uma visão pior.Muita gente achava que moda era fazer roupinha bonitinha.Era Gucci,era Prada,achavam que era tudo muito glamuroso e ponto.Mas não é.O Glamour fica só para o espectador.Trabalhar com moda não é fácil e exige muito da pessoa.Até em jornalismo de moda.Esistem pessoas com um talento nato ou um bom conhecimento,mas o que acontece hoje é que muitas pessoas acham que são capazes por si só.Isso pode acontecer,mas é impossível ser qualificada sem ao menos algum curso superior ou não.Isso,em questões de mercado fazem muita diferença.São seus "comprovantes de qualificação".Trabalhar com moda é estar sempre ativo,sempre atualizado,sempre informado,sempre em busca de outras coisas.
    Precisamos sempre nos renovar,seja no tecido,seja no papel.Garanto que um olhar de uma pessoa bem informada,que conhece moda e não "marcas" é muito mais apta a criticar e escrever sobre do que uma pessoa que só assiste desfiles,e escreve sua opinião.Ainda mais por que não necessariamente escrever sobre algo significa escerver sua opinião sobre o assunto.Ainda mais quando se fala de moda.
    E como em tudo na vida gente,se joga!
    Eu sou do Rio mas vim para São Paulo para estudar e trabalhar.Vá para onde quiser.Não há limite.Obviamente alguns lugares propiciam mais oportunidades que outros,mas nada nos impede de explorar.Para quem acha que tá muito difícil jornalismo de moda no rio,por que não pensar em investir em um negócio próprio?Monte ateliers,monte escritórios,sites,blogs..faça seu próprio caminho.Não desista.

  10. oi patricia, não sei como achou esse post tão antigo, rs, mas obrigada, tem toda razão!

    mas o blog é tão antigo que está desatualizado. eu já me mudei pra SP, já faço pós em moda na Santa Marcelina e já trabalho com moda – apesar de não amaaaaarrrr morar aqui.

    mas o tema continua atual, tanto que escrevi outros posts este mês agora (junho/julho de 2009) ainda sobre isso.

    bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s