Tem coisas (pam!) que só a noite de SP faz por você

São Paulo à noite realmente é algo sui generis…

Ontem fomos no show do Móveis (lançamento do CD novo deles, baixem lá na Trama!!!) e depois eu fui com a Lu e seus mil amigos ótimos para o Berlim, crubi indie aqui de SP, lá na Barra Funda. Chegamos já meio no brilho (já demonstrei aos amigos da minha amiga Lu que eu sou completamente sequela… Essas são as vantagens de circular por um lugar que ninguém te conhece mesmo! Hahahaha). Na hora que eu entrei, depois de analisar a decoração linda do local (papel de parede 70’s style, sofás aconchegantes de veludo!), dei de cara com uma cena insólita.

Três amigos e a namorada de 1 deles conversavam no bar. Um estava vestido de Jimi Hendrix (inclusive tinha um black e um bigode). O outro estava de Johnny Ramone, com aquele cabelo de cuia lisinho, calça jeans justa e All Star. O outro não consegui identificar que ícone do rock dos anos 60/70 ele era, mas tinha o cabelo chanel, bigode imenso, vestia um blazer ajustado de veludo marrom (igual ao do sofá!), gravata fininha, camisa justa e calça meio boca de sino. A namorada, com cabelo sessentinha também, uma bata (ou mini vestido?) hipponguinho, uma echarpe amarrada no pescoço, bota e bolsinha à tiracolo.


Eu vi Johnny e Jimi – e nem tava doidona…

GENTE, DE ONDE SAIU ESSE POVO??????

Já vi punk, já vi gótico, já vi emo, já vi o povo new rave, traveco da Augusta, traveco do Arouche, já vi rockabilly, mas esse povo estranho saído de That’s 70 show, ou de um livro sobre a história do rock, eu NUNCA tinha visto! E eles não estavam fantasiados para alguma coisa, alguma festa (como eu já andei vestida de Janis Joplin pela Lapa carioca uma vez). Eles se vestem assim, pelo menos na noite.

Além disso, não era uma noite temática do tipo “ícones do rock”, era uma noite normal, com o show de uma banda tranquilona (que aliás, o baixista é a cara do Fabrizio Moretti dos Strokes, beijosmeligaaaaaaaa!!!!)

Adoro tribos urbanas, e só não estaria melhor se estivesse em Londres!

Ps.: Este post é dedicado a quem desejou que eu saísse mais em SP. Mas cuidado com o que se deseja…

3 opiniões sobre “Tem coisas (pam!) que só a noite de SP faz por você”

  1. e contrastando com a cena icones do rock, uma “mulata branca” mostrava seus passos, coreografados por Carlinhos de Jesus (ave Maria!), que certamente ira mostrar em algum TV Fama no proximo carnaval!
    TSA!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s