Trilogia: Moda dos Machos – Capítulo 02

Depois da primeira entrevista, com meu amigo Felipe, chegamos ao 2º macho, o Eduardo. Em eleição realizada entre nós, ele foi escolhido nosso muso fashion. Nos conhecemos na fila do show de gravação do DVD do Los Hermanos no Cine Íris, láááá em 2004. Depois de nos matar de rir, ficou chegado da comunidade! Botei a maior pilha pra juntar o casal mais legal: ele e uma das minhas grandes amigas. Juntos formam o casal com mais bordões hilários do mundo (né, zopozin?). Eduardo era parceiro de shows do LH, também gosta de Strokes (só entrevisto quem gosta – brincadeira!) e hoje é um graaaaaaande companheiro de carnaval, dos blocos à Sapucaí!

O estilo de Eduardo é bem urbano. Camisas legais, calças com corte bem esperto, All Star ou Adidas, camisetas divertidas, corte de cabelo muderno. Mas algo bem tranquilão, nada muito “mamãe sou hype” ou fashion victim. Como bom diretor de arte e ilustrador bem-humorado, é sempre ligado nas novidades e tem ótima noção estética (uma vez, na feira do Lavradio, ficamos horas experimentando óculos e ele dando super opiniões!).

Vamos às opiniões dele sobre moda. Como fiz com o Felipe, marquei as partes que me chamaram atensção de roxo:

Bainha: Você se considera vaidoso? Preocupa-se com a imagem? ou acha que pensar em aparência é futilidade?
Eduardo:
Acredito que, hoje, não é mais apenas uma questão de vaidade. É informação. Você tem a oportunidade de dizer alguma coisa através da forma com que você se veste. As pessoas fazem essa leitura, independente de nossa vontade. Por exemplo, um sujeito com uma camiseta vermelha surrada, calça jeans e chinelo andando pelo pátio da faculdade de Sociologia, o que as pessoas pensam? È um cara engajado politicamente, possivelmente um socialista ou diriam que é um “bicho grilo”. Ele pode não ser nada daquilo, mas aquele conjunto de informações gerou uma leitura. E a roupa faz parte desse conjunto de significantes. Enfim, a roupa pode ser vista como uma ferramenta para dizer alguma coisa e vai se tornar relevante ou não dependendo do que cada pessoa tem a dizer. Mas, tem aquele dia que você não quer dizer nada e assim nasceu a calça cargo bege. ( brincadeira…rs)

 

B: Você pensa com antecedência no que vai vestir ou pega a primeira coisa do armário?
E: Eu costumo pensar mais antes, no ato da compra. Prefiro acreditar que tudo que está no armário passou por um criterioso processo de seleção e merece ser escolhido pra ir pra rua.
Trilogia: Moda dos Machos - Capítulo 02
O ícone de estilo do Eduardo é Fabrizio Moretti, baterista dos Strokes e companheiro do Amarante e da namorada no Little Joy (aff, oh, there in my house…)

 

B: Você consegue definir um estilo seu de se vestir? Queria ter outro, ser mais estiloso? Ou acha que cabra macho não tem disso?
E:
De maneira geral, as pessoas são conservadoras para se vestir e isso, dentro de determinados nichos, deixa tudo mais sem graça, igual, principalmente entre os homens. Acho que isso está aos poucos mudando, mas os homens ainda têm medo de serem julgados por vestir algo diferente. A memória histórica do homem ainda o faz crer que pensar em roupa é coisa de mulher. Eu procuro me vestir com bom humor e isso implica em sempre ter alguma peça de roupa com algum tipo de releitura de padrão (pelo menos no plano ideológico é o que eu deveria fazer). Acho que devemos nos vestir assim, convergindo para algo que nos seja peculiar e não nos moldar a um estilo pré-determinado. Por isso, não sei te dizer se queria ter outro estilo. Pode parecer um clichê de entrevista, mas a moda deve jogar a favor do seu estilo e não você se enquadrar ao que eles propõem. Chega de hippies de bot ique..rs Enfim, em relação a ser mais estiloso, acho que é como salário, depois que você define um piso, você só quer trabalhar por mais que aquilo.

B: Pesquisas mostram que homens são mais racionais na hora de fazer compras de vestuário. Só vão às compras quando precisam de algo. Você é deste time (e dos que odeiam ter que comprar roupa), ou volta e meia compra algo legal que viu numa vitrine por impulso?
E: Concordo. Os homens são mais racionais na compra. A mulher quando vê algo que gosta na vitrine fica com aquele olhar de quem descobriu alguma coisa que as outras pessoas ainda não sabem. Ela precisa ter aquilo. Às vezes trabalha no limite da inconseqüência.
Eu não compro muito por impulso.Quando gosto de algo que vi sem estar procurando, sempre faço aquela análise imediata de custo beneficio, penso se na ordem de prioridades não tem alguma coisa na frente. Se passar por todos esses critérios aí a gente fecha. Mas acho que o importante não é o julgamento se a compra foi por necessidade ou por impulso. A questão é que quando você tiver de fato que comprar, compre com critério. Isso sem dúvida já irá contribuir para o estilo da pessoa.
B: Muitos homens recorrem a mulheres na hora das compras. Ou elas mesmas compram ou acompanham (mãe, namorada, amiga). Você é um deles?
E:
Acho que a companhia de alguém sempre ajuda no critério. Tanto para homens comprando quanto para mulheres. Assim como tudo na vida, um julgamento com distanciamento eleva o nível. E fica mais fácil julgar para quem está fora da roupa do que para quem está vestido com ela. Fora isso, mesmo quando você vai sozinho sempre tem aquele vendedor que quer ser seu amigo, faz questão de perguntar seu nome, de dizer o dele e opinar sobre suas escolhas. Fica a dica para os órfãos, solteiros e solitários. (HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!)
B: Em quem, ou em que você pensa na hora de escolher o look: no que seus amigos vão pensar? no lugar onde você vai? nas mulheres (para agradá-las)? ou só quer ficar confortável?
E:
Acho que conforto e estilo não são antagônicos. Quando vou me vestir procuro pensar nisso. O lugar é importante também, é preciso estar adequado ao contexto.
B: Você repara nas roupas das mulheres? à primeira vista, acha que isso é um “valor” que vai incluir nas avaliações? Já deixou de ficar com alguma porque considerou mal vestida – melhor dizendo, o fato de ela se vestir bem, é um ponto a mais pra ela?
E: Certamente é um ponto que deve ser considerado. Isso está ligado a primeiro pergunta. A questão da roupa como informação. A partir daí, você já terá algum dado para julgar se, no primeiro momento, a mulher compartilha certos valores com você. É uma questão de identificação também. Acho que o problema hoje em dia, é que muita gente acha que é só isso, que basta se vestir com elementos daquele nicho para estar inserida nele. O resultado é um esvaziamento ideológico dos grupos. Outro dia a Ivete Sangalo estava com uma camiseta dos Ramones, vai falar o quê depois disso?! rs
B: Você busca informação de moda em algum tipo de veículo de comunicação? Ou, nas revistas ou outros meios que tem costume de ler, e que têmuma parte de moda masculina, você lê?
E: Sinceramente não costumo ler sobre o assunto. Meu conhecimento é meramente de observação e audiovisual. Minha profissão ajuda também. Na direção de arte você precisa buscar referencias sempre, de estética, de comportamento. Consequentemente, acabo observando moda através desse olhar, porque temos que pensar no figurino que a modelo aparecerá na campanha ou algo assim.
B: Você tem algum problema com certas peças ou cores (tipo, não usar rosa, ou não usar roupa justa…)? Se sim, por quê?
E:
Meu critério é mais por adequação. Tem peças que ficam bacanas quando expostas nas lojas. Daí você experimenta e fica parecendo o Didi. Não dá pra forçar a barra. Tem que ver aquilo que combina com o seu biotipo.
 
Tão pensando o que, minha gente, super escolho bem meus entrevistados! Vou colocar o Eduardo pra responder meus trabalhos da pós, rs.
E, amanhã, a opinião profissional do Oliveros, fiquem de olho!

6 opiniões sobre “Trilogia: Moda dos Machos – Capítulo 02”

  1. ixi, pois é, os estilosos ou não querem aparecer na internet, assim, pra desconhecidos, ou não temos fotos publicáveis hahahaha

    fico devendo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s