Casamento é a salvação! (da crise)

Eu sei que este papo de crise já virou clichê e muitos economistas estão dizendo que ela já passou, mas quem acompanha desfiles não pode negar que ela continua tendo efeito sobre as coleções. A meu ver, este efeito é positivo, afinal, outro clichê – crise é sinônimo de oportunidade pra evoluir, não é mesmo?

Acho que os desfiles de alta-costura que acabaram de acontecer evoluíram fazendo uma volta ao passado, na época de ouro das maisons de couture. O que fazia a alta costura ser o tipo mais “nobre” de moda era a maneira única como era feita, não o show megalomaníaco para apresentá-la. Tecidos nobilíssimos, peças exclusivas, acabamentos irretocáveis, bordados absurdamente bem feitos e, principalmente, um trabalho de criação e design incríveis. Eram roupas usáveis, tanto que elas ERAM usadas pelas compradoras sortudas que tinham cacife para tanto. Depois, tudo virou um show de roupas mirabolantes – tanto que muita gente acha que alta costura é roupa de Oscar, de festão. Bom, sugiro irem na exposição do YSL pra verem que não.

Pois bem. Hoje em dia, a clientela da alta costura é MUITO menor do que no passado. Pra quem vender, então? Quem, hoje, liga para vestidos exclusivos? As celebridades não devem comprar nenhum, afinal elas ganham ou usam como empréstimo. Que mulher, então, se propõe a gastar muito por um vestido divino e exclusivo, desses que a gente usa apenas em ocasiões únicas na vida?

Acertou quem respondeu: UMA NOIVA! É tradição, na alta costura, o desfile terminar com uma noiva. Mas reparem no desfile da Givenchy, que teve poquíssimos looks e TRÊS vestidos longos brancos. Ok, o desfile foi bem medievalesco, o véu pode ser uma referência ao véu usado pelas mulheres na época… E o branco, nude, essas cores mais claras estão na moda, etc. Mas num desfile de inverno ter TANTO branco?

Casamento é a salvação! (da crise)
As “noivas” da Givenchy

No desfile do Elie Saab, era SÓ branco. A crítica do Style.com sentou a pua porque disse que foi cópia do anterior da Chanel, mas eu acho que não foi só falta de criatividade, mas também foco e aposta totaaaaaaaal no casamento. As pessoas não param de casar e fazer festanças! Só eu este ano, já fui convidada para 3, meu Record de casamentos! Hehehehe

Casamento é a salvação! (da crise)

As “noivas” do Elie Saab

Aqui no Brasil, também tivemos um exemplo. Será mesmo que o desfile do Lino Villaventura foi apenas inspirado em ninfas? Eu acho o trabalho dele um primor, mas fico pensando como ele faz com as vendas. Claro, nas araras, não costumamos achar as peças para desfile, mas a moda dele não é algo corriqueiro. E esta coleção, cheia de vestidos femininos e delicados em tons de bege, champagne, no máááximo levemente rosado, foi perfeita para noivas que não querem algo “loja de aluguel da Rebouças”. Eu pensei isso e comentei com a minha ex-professora e jornalista de moda Astrid Façanha e ela disse que achou exatamente a mesma coisa.

 

Casamento é a salvação! (da crise)
As “noivas” do Lino
Vejam bem, não é uma crítica negativa, apenas observações.

Casamento não é salvação apenas para moçoilas casadoiras desesperadas, mas para a conta das grifes também.

Fotos: Internacionais, style.com
Nacionais: Modices e Oficina de Estilo

Adendo: Vitor Angelo lembrou muito bem lembrado que isso pode ser também uma tendência lateeente aí de retorno ao Clássico (clássico aqui no sentido da cultura clássica, dos gregos, romanos). Pra gente ficar mais inteligente, porque Vitor deveria ser professor, entendam melhor o assunto neste post do próprio.

5 opiniões sobre “Casamento é a salvação! (da crise)”

  1. bela análise! realmente nas crises sobram as essências, mas também acredito que deva ser muito dor etorno ao clássico e a um certo classiscimo na moda.

  2. Gente, o Vitor, tem toooda razão, me esqueci do retorno ao classico, vou likar pro seu texto!

    bjs

  3. ah dei o exemplo da bota para vc ter nocao de preco, vale a pena ir la pq tem muuuuuita coisa, muita coisa ruim tb, mas dá pra garimpar coisas legais tb!!

    e tem bastante sapatinho sem salto, eu com 1,65 evito saltos pq namorado só tem 1,70!

    beijo!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s