Avolumando-se

Em pleno Século XXI, acho que já foram feitas tantas coisas na moda que é difícil revolucionar algo ou inventar uma “nova roda”. O futuro está nos tecidos tecnológicos – as verdadeiras “novas inovações” (sic) do mundo da moda, segundo especialistas. Outro elemento da roupa – que podem até ser referências de modas passadas – mas que dão uma cara nova, é o volume.

Na pós, tivemos poucos estudos de volumetria (dizem as más línguas que uma das professoras deveria ter dado isso em sua matéria, mas não deu). Mas, graças a bons mestres como a Mariana Rocha e a Renata Zaganin que, mesmo não tendo este assunto na ementa, nos deram uma pequena noção.

Talvez, o mais difícil da criação esteja em sair da “atmosfera” em torno das formas do corpo e extrapolá-la, brincar com o tecido, explorar seu caimento em volumes que desafiam os pobre-coitados que terão que planificar (criar os moldes em papel, desses que vem em revistas – para os leigos), e até mesmo a gravidade.

Acredito que um dos mestres desta experimentação da forma foi Cristobal Balenciaga, o couturier criador da maison que teve algumas de suas criações revisitadas pelo atual diretor de criação da marca, Nicolas Ghesquière. Ele criava volumes nas peças inusitados para a época, mas, ao mesmo tempo, sem perder o ar clássico, aristocrático. (fotos abaixo, peças do estilista do acervo do MET):

BalenciagaCristobalBalenciagaCristobalEveningCoat1959

Pois agora, além de estar com mania de cores, reparo muito nas propostas que os estilistas atuais pensam para o volume das coleções – o “shape” predominante e o trabalho de formas. Como esta última temporada foi rica em drapeados diversos, tive trabalho em olhar tudo. A maioria dos desfiles eu só dei aquela olhada básica, mas por enquanto, dos que eu vi mais de uma vez, compartilho com vocês meu gosto pelo sempre ótimo Alber Elbaz na Lanvin e Rei Kawakubo na Comme des Garçons (fotos Style):

lanvin               O “panejamento” lindo da Lanvin

commecomme detalhes          Rei Kawakubo é reconhecida por sua experimentação e seus estudos de forma são uma característica. Nesta coleção, achei até bem comportada, o patch de tecidos é até mais “usável” (se é que uma criação do nível dela precisa levar esse emblema) do que o que ela costuma fazer. Mas reparem que ainda assim, é um volume que vai além do nosso, das nossas partes do corpo.

Não poderia falar de volumes nesta última semana de moda se não comentar Viktor & Rolf. Loucura né? Fiquei pensando como as partes de tule cortadas no meio ficavam em pé, incrível mesmo! Coleção ilusionista, né?

viktor&rolf

5 opiniões sobre “Avolumando-se”

  1. Saudades das suas atualizações, menina inteligente e sabida!!!! Se você quiser, torço para que a fase corrida passe logo… Abraço!!!

  2. Zaganin e Mariana são sensacionaaaais.

    Fiquei toda feliz que vc viu minha mono!! Gostasse? E o Wagner é fooofo!!

    Saudades das nossas atualizações bloguísticas e conversinhas, hhehe.

    Beijos, Let.

  3. Boa tarde !
    Gente que blog mais bonito e criativo!
    Super amamos, como dizem por aí na blogosfera!! hehehe

    ESTÁ BEM BONITO E COM MUITA INFORMAÇÃO DA BOA!

    Se ainda nao nos conhece, dê uma passadinha ali no nosso blog para ver A PARIS DO CONTINENTE AMERICANO que legal!

    Beijos!

  4. Acho que na verdade a moda já perdeu seu status funcional de tendências na vestimenta para atingir o status de “obra de arte”. Eu facilmente enxergo um desfile como uma exposição de arte, meio que performática. Daí pra frente, a inovação dificilmente será algo que poderá nos atingir no meio da calçada e debaixo do sol, mas sim uma inovação nos suportes, desfiles diferentes, debaixo d’água, whatever. Que nem vi no Rio que fizeram um desfile com modelos prostitutas de rua.
    Enfim, camisetas aleatórias, jeans e allstar até que me provem o contrário.

    PS: Detalhe para a última foto, muito boa, parece que ela está flutuando.🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s