Bla bla bla e Marc Jacobs

Fica até repetitivo se eu disser que NY só me interessa mesmo pelo Marc Jacobs. Sempre, é o único desfile da semana americana que eu comento por aqui. Como só vejo os desfiles quando chego em casa do trabalho, nesta temporada, cheguei ao cúmulo do tédio de cochilar vendo as fotos. Quanta chatice, mesmice, cinza, bege e preto juntos, dermelivre! ZZZZZ total.

Ok, não foi só o Marc que se destacou, gostei também da Anna Sui, Ralph Lauren e Calvin Klein (apesar do meu gosto pessoal não ser muito fã de minimalismo). Mas o MJ é o MJ, né? Enquanto a maioria dos estilistas ainda fica insistindo nos comprimentos curtos, justos, ombros estruturados e bla bla bla, ele vem com outras propostas – com a cartela de cores sem graça como a maioria – mas diferente. E não é a proposta da moda trazer algo diferente sempre para criar a tal “necessidade” que nem sabíamos que queríamos?

 Ao contrário do que vem acontecendo por aí, não foi uma moda jovenzinha, para cocotas mostrarem as pernas, achei um desfile mais maduro. E de contrastes – embora os tecidos sejam luxuosos, com peles e alguns brilhos, as formas eram sóbrias, assim como o styling, a maquaigem e cabelos das modelos. Os óculos que algumas usavam, dar um ar de “intelectual rica”, né não? Meio Sophia Coppola, amiguinha do estilista. Meio Margot Tenenbaum também, não acharam (também, o figurino da personagem leva a sua assinatura)?

 Margot Tenembaum – ídola

 Sophia e Marc

Uma opinião sobre “Bla bla bla e Marc Jacobs”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s