Astrid Kirchherr: a mentora estética dos jovens Beatles

Primeiro, gostaria de pedir desculpas para quem me acompanha pelo sumiço. Como comentei no post sobre o John Lennon, estou de férias. Na verdade, estou num mês sabático e querendo fugir de qualquer tipo de compromisso ou responsabilidade.

Aproveitando os dias à toa, comecei a ler a biografia dos Beatles do Bob Spitz, um tijolo (mesmo) de quase 1.000 páginas. Não conseguiria lê-la em outra época se não esta de marasmo total. Mesmo sendo gigantesco (com letras pequenas e poucas imagens – é texto puro e só para quem gosta meeesmo da banda) estou aprendendo várias coisas que não sabia sobre o grupo.

Uma das descobertas foi uma figura primordial na história dos Beatles: a fotógrafa alemã Astrid Kirchherr (é o Myspace dela, 72 anos e ainda moderna!).

No início dos anos 60, quando ainda eram desconhecidos, a banda foi tocar em Hamburgo, na Alemanha. Era muito comum grupos ingleses (de Liverpool, na verdade) irem tocar em inferninhos (não é eufemismo) da cidade e os Beatles foram um deles. Na época, Pete Best ainda era o baterista e eram cinco integrantes: o 5º Beatle era Stuart Stucliffe, melhor amigo de Lennon – ele meio que foi convencido por John a tocar baixo (Stuart era uma promessa como pintor e não tinha muito jeito pra música – não no nível de John, Paul e George, pelo menos).

Astrid começou a frequentar os shows dos rapazes com seus amigos Klaus Voormann e Jürgen Vollmer e ficaram hipnotizados. Mas a hipnose foi recíproca: eles formavam um grupo muito diferente (apelidados de exis, por causa dos Existencialistas franceses – foto abaixo) e que chamou a atenção, principalmente de Stuart. Para resumir, ele e Astrid se apaixonaram e suas ideias estéticas acabaram influenciando o namorado e, por consequência, os outros Beatles.

Antes de falar da influência dela no visual dos Beatles, vamos falar de suas fotos da banda. Atrid (que estudou na Meisterschule für Mode, Textil, Graphik und Werbung, porcamente traduzindo, uma faculdade de moda e design em Hamburgo) fez fotos da banda deste início da amizade até o lançamento de Sgt Peppers (se não me engano). Segundo Bob Spitz, o conceito que fez nas primeiras fotos foi revolucionário para a época no formato de retratar bandas de rock. Demonstravam atitude rebelde, com composições interessantes, cenário inusitado:

 Da esq p/dir: Pete, George, John, Paul e Stuart

O biógrafo está certo, poderíamos dizer que este formato ainda é usado hoje em fotos de divulgação de bandas.

Mas, voltando ao look da banda, poderíamos dizer que Atrid foi a It Girl dos Beatles. Influenciada pelos nomes da Nouvelle Vague e pela cultura francesa em geral, ela e seus amigos tinham um visual considerado estranho e muito moderno para a época (e, principalmente, para garotos ingleses provincianos cujos ídolos eram Teddy boys como Elvis Presley). Ela tinha o cabelo igual ao da Jean Seberg (de Acossado) e se vestida sempre de preto e usava muito, muito couro.

 Stu e Astrid

Seu estúdio era decorado de maneira exótica, em estilo gótico. Ainda de acordo com Bob Spitz, o estilo “juventude transviada” dos Beatles na época não agradava muito o trio alemão. Talvez por isso, ela tenha convencido Stuart a cortar o cabelo no mesmo estilo de Klaus, com franja caída pro lado. Em princípio, os outros da banda odiaram o novo visual, mas George logo aderiu e os outros o seguiram.

Logo depois, com o estouro da banda, esse estilo de corte marcou e chamava a atenção por diferenciar os Beatles dos outros grupos de rock.

Em seguida, Stuart deixou a banda e se dedicou à namorada (agora noiva) e á pintura, mas morreu precocemente de complicações por causa de uma lesão no cérebro (acho que era um aneurisma). Morreu nos braços de Astrid (a foto abaixo foi feita no estúdio onde ele pintava, quando os Beatles voltaram à Hamburgo e souberam da morte do amigo):

Mas Astrid continuou amiga da banda e continuou a parceria, inclusive fazendo imagens do filme A Hard Day’s Night. Para saber mais sobre ela e esse pedacinho da história da banda, podem também assistir ao filme Os Cinco Rapazes de Liverpool (1993, em DVD).

                                                                
Foto mais atual que encontrei, de 2003

3 opiniões sobre “Astrid Kirchherr: a mentora estética dos jovens Beatles”

  1. Vim procurar na intenet pq vi o filme e quis saber um poukuinho kem era Astrid.gostei da historia.bjs

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s