Luz, câmera, sons de Caroline Bittencourt

Como eu sempre digo, o fato desse blog não ser profissional (e blogs não eram pra ser profissionais, né? Vira site), faz com que eu não tenha muita disciplina ou tempo pra postar quando a ideia vem. Ainda mais quando se está de mudança de apartamento. Por isso acabo perdendo o timing de vários posts que me ocorrem ou de sugestões legais que recebo. Ou então, acabo sendo furada pela Revista O Globo. Foi o caso deste post, hehe.

Caroline Bittencourt é uma fotógrafa paulista. Como disse, a revista do Globo fez uma matéria bem legal com ela, mas aqui é diferente. Porque isso aqui é um blog e, portanto, pessoal.

Essa é a Carol em terras dinamarquesas

Conheci a Carol na gravação dos clipes “Morena” e “Condicional”, dos Los Hermanos. Uma observação curiosa é que eu adorei que ela estava com as unhas dos pés pintadas de vermelho e depois desse dia passei a pintar as minhas também, hahaha.

Mas o que eu estava fazendo lá? Era muito fã da banda e acabei ficando amiga do produtor, Alex Werner (e também era vizinha do Camelo, hahaha). Nem conversei muito com ninguém porque, por incrível que pareça, eu sou tímida (quem me conhece não vai acreditar nessa), então nem imaginava que a Carol se lembraria de mim.

Carol fotografando a equipe após as filmagens do clipe, em 2005 (essa foto é de minha autoria, por isso a qualidade estranha)

Acompanho o trabalho dela pelo seu Flickr desde essa época. Sua carreira como fotógrafa “musical” começava a decolar. Como tudo começou? Carol é publicitária de formação, mas, com uma pós-graduação em fotografia, decidiu mudar de ramo.

A paixão pela música acabou levando a clicar bastidores, shows e fotos + posadas (que fogem do óbvio) de bandas e artistas amigos. Talvez o mais legal de suas fotos é que, pela sua proximidade pessoal com essa galera nova da música brasileira, muitas fotos são de momentos íntimos, mas que funcionam bem como fotos de divulgação, capas, etc – bem mais natural.

Mas todo mundo fala desse seu tipo de trabalho, não quero ficar só nisso. Quero mostrar aquelas que ela divulga no seu Flickr com registros de viagens, amigos, festas de aniversário.

Curto principalmente as cores que consegue registrar nas fotos, das sobreposições de imagens que faz e dessa sua última fase mais romântica e etérea (tenho visto muitas fotos de árvores e plantas, paisagens deslumbrantes).

Além de me influenciar na cor das unhas dos pés, a primeira vez que ouvi falar de Lomo foi no seu Flickr. Acredito que já passou um pouco das Toys, o seu lance agora são as câmeras antigas. Mas o novo sempre vem, né? Mesmo gostando de experimentar com técnicas analógicas, Carol não é radical e não tem nada contra os novos aplicativos de câmeras de celular, por que não? “Pra mim não funciona, mas mostra que muita gente ainda prefere a estética do analógico ao digital cru. Bem ou mal,  o resultado quando se fotografa com aplicativo é uma surpresa, mesmo que seja instantânea…. Um jeito barato e divertido de registrar um assunto banal”, diz.

Carol também não parece ser bronquinha com o boom de fotógrafos amadores que saem por flickrs e tumblrs da vida experimentando novas coisas – como costumam ser muitos fotógrafos profissionais. “Muito bom todo mundo tirando foto de tudo, experimentando. Fotografia faz bem pra alma, pra vida. E é ótimo pra memória!”. É isso aí, que nem a música!

Bom, aproveitem então uma seleção (ô, custou!) de fotos super legais que roubei daqui:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s