Arquivo da tag: pinterest

A milésima volta do Bainha

Tem alguém sumido aí?

Criei o Bainha em 2007 e, desde então já sumi e abandonei o blog inúmeras vezes. Talvez por isso ele nunca tenha virado fonte de renda ou famoso, mas é porque a vida demanda muitas coisas da gente, né?

Dessa vez, foi o Mestrado e a vida acadêmica em geral que me fez afastar. Como pesquiso Consumo e Internet no curso de Mestrado em Antropologia que faço, entrei com uma paranoia que escrever aqui poderia me trazer problemas. Poderiam confundir o que falo aqui com alguma pretensão de artigo acadêmico, etc. Daí fui ficando com medo de escrever, foi me tolhendo as ideias, a liberdade. E blog é para ser livre, né? Pelo menos na sua origem, era. Mas sempre bom dizer, NADA AQUI é acadêmico, é científico, pelamordedeus!

Além disso, o tempo foi ficando cada vez mais escasso, a quantidade de coisas para ler e fazer maior.

Mas não aguentei de saudade. Voltei! Alguém ainda me lê?

Para fazer as pazes com a blogolândia, resolvi trazer o que me tomou as ideias para cá e também quebrar a paranoia com o mundo acadêmico x blog e abordar justamente o assunto que pesquiso, que é o Pinterest. Já falei dele várias vezes aqui, antes e depois do Mestrado. Não quero falar sobre as coisas que pesquiso por lá, o que já descobri, nada. Socorro, já faço isso escrevendo artigos, papers para congressos, etc.

Mas, por conta disso, muita gente vem me falar que tem perfil, mas não sabe usar o site – apesar de ter vontade. Então para ajudar quem tem vontade de usar o site, mas não sabe como, um breve GUIA DO PINTEREST!

GUIA PARA USAR O PINTEREST ATIVAMENTE:

1- Você precisa de um perfil: quando você entra no Pinterest pela primeira vez, a primeira tela que vai ver é esta abaixo. Eu criei o meu perfil a partir do Facebook. Ele vai puxar seus contatos lá e você pode escolher se vai seguir o Pinterest deles ou não. Mas no Pinterest, o lance é seguir perfis que postam imagens que você gosta, não precisa ser amigo da pessoa na “vida real”. Dos 233 perfis que eu sigo, imagino que só 10% deve ser de amigos “reais”.

página inicial 12.05.14

O site criou esse vídeo abaixo para explicar o que ele é. Como pesquisadora, vejo que eles focam muito os usos do site na sua parte prática, como um lugar para buscar inspiração para projetos, compras, viagens. Mas o vídeo é bacaninha:

2- Criando painéis (ou boards): Depois de criar o perfil, o Pinterest vai fazer um tour com você mostrando como é o site. Explicam, por exemplo, o que é um pinPin é o que é postado nos perfis do Pinterest. São imagens que você escolhe para estar ali. Elas são guardadas no seu perfil em painéis que você cria de acordo com suas preferências. O Pinterest sugere alguns temas de painéis para você criar:

começo pinterest 08.01.14 III

Mas você pode criar o painel que quiser. Tem perfis, como alguns que acompanho, que possuem mais de 200 painéis. Sim, duzentos! Faça quantas categorias sua imaginação mandar. Mas se você criar muitos painéis, com temas muuuito próximos e específicos, pode ser que, na hora de navegar pela sua timelineonde aparecem os pins dos perfis que segue, você tenha alguma dificuldade de classificar as imagens que queira pinar.

Os painéis que eu criei foram os seguintes:

meu perfil 31.07.14

3- Sigam-me os bons! Depois de decidir que tipo de foto você quer colecionar, pode escolher os perfis que vai seguir. O site vai te sugerir alguns com base no que você selecionou aí nos painéis. Nessa hora que vocês podem me seguir lá clicando aqui!

Na foto aí de cima, à direita, vocês podem ver minha foto e um balãozinho vermelho. Ali são as notificações que a gente recebe: quem repinou seus pins e quem começou a te seguir, por exemplo. Por causa da correria da pesquisa, não presto muito atenção nessa parte. Mas não se assustem, tem um monte de gente que você nunca viu na vida te acompanhando. É normal, o que importa é a troca de imagens e, além disso, o Pinterest é um território internacional, você troca fotos com gente do mundo todo (principalmente americanos).

4- Timeline e procurando imagens: Depois de decidir quem vai seguir, as fotos que essas pessoas pinam vão aparecer na sua timeline, que parece mesmo um mural de cortiça. É confuso gente, mas vocês se acostumam. Para vem uma foto maior, basta clicar nela. Quando ela abre maior, você pode no canto superior esquerdo o botão de PIN, o CURTIR e um botão que leva ao link original de onde a foto veio (o site de origem). Quando você curte uma foto, ela não vai para o seu perfil. Raramente as fotos são curtidas, o lance é pinar.

Do lado direito da foto, podemos ver ao lado direito mais imagens que a pessoa tem em seu álbum. Se rolar a barra para baixo, você verá o que o Pinterest colocou como “pins relacionados”. Cuidado, é fácil se perder nessa imensidão de imagens!!!

pin fashion 31.07.14

De volta à sua Timeline, no canto superior esquerdo do site você vai ver  o espaço para busca e um botão que leva a um menu que vai mostrar todas as categorias de pins que o site cria. Nesse menu também tem a categoria Popular. Essa categoria, às vezes, tem fotos digamos… polêmicas. Não deveria falar isso como pesquisadora, mas somos todos humanos: às vezes aparecem fotos muito cafonas. Quase nunca utilizo esse menu. Mas utilizo muito a busca para procurar cortes de cabelo, por exemplo. A dica é escrever em inglês, já que a maior parte dos usuários ainda é americana.

começo pinterest 08.01.14 IV

Bom, sem mais delongas e acho que ajudei a ensinar o básico de como usar o site, né?

Aproveitem e até o próximo post! (Próximo mesmo!!!! :D)

Anúncios

Fantasias de Carnaval com ajudinha do Pinterest

Alô povão, agora é sério!

Blog está abandonado, mas o Mestrado e afazeres profissionais me prendem o tempo. Mas voltar a alimentar regularmente o Bainha está em uma das minhas resoluções de 2014! Urra!

Já que o Mestrado está direcionando meu foco, vou juntar o assunto da minha pesquisa com uma paixão minha que nesta época fica mais aflorada: Pinterest + Carmaval! Essa rede social de coleção e troca de imagens pode ser uma boa fonte de ideias para fantasias para curtir a folia e eu tenho até história pra contar. Como quem acompanha o blog sabe e quem não sabe pode ler nos posts que vou deixar linkados no final, eu gosto muito dessa festa e adoro me fantasiar. Sempre procuro inspiração em livros que tenho em casa de história da moda, nas minhas coleções de fotos antigas e, claro, na Internet.

Em 2012, recebi uma foto de uma menininha fantasiada de pavão, numa roupa totalmente Do It Yourself, ou DIY ou, no bom e velho português, Faça Você Mesmo. Me apaixonei e me inspirei naquela saia para criar uma versão adaptada para o verão carioca. A foto era essa:

peacock

Eu, minhas amigas, minha mãe e a mãe de uma delas tivemos um mega trabalho de comprar tecidos e costurar as penas de feltro para fazer a fantasia, mas ficou lin-da! No Carnaval daquele ano, desfilávamos felizes pelo Boitatá quando vimos outro grupo de amigas com a MESMA fantasia. Morremos de rir! Elas pegaram a mesma foto como inspiração. Mas, como cada grupo fez sua releitura, a fantasia ficou relativamente diferente. Não vou colocar foto aqui porque, vocês já sabem, quem copia minhas fantasias leva uma praga imensa nas costas, hein!

Essa história me fez entrar no Pinterest (fonte da foto acima), me apaixonar e fazer dele meu lugar antropológico. Mas continua fonte de ideia carnavalesca também. Ano passado, montei uma fantasia inspirada em banhistas da década de 20, mas bem colorida porque, afinal, é Carnaval.

540990_10151201574667817_1789177617_n

Minha versão (foto anti-cópias, só no mistééério):

295030_10151278872932817_457536515_n

*   Para pinçar alguma ideia no Pinterest, pode digitar “costumes” na busca do site. Aconselho sempre a usar o termo em inglês porque cerca de 70% dos seus usuários é dos EUA. Vejam com seus olhos: http://www.pinterest.com/search/pins/?q=costumes.

* Outra tag que tem muitas ocorrências é “halloween costumes”, ó: http://www.pinterest.com/search/pins/?q=halloween%20costumes. Porque eu acho brega brasileiro levar o Halloween pra valer, mas os gringos são bons de inventar fantasia! Só adaptar para nosso clima.

*       Ou então, caso você já tenha algo em mente, digite o que pensou na busca (de preferência traduzido, como eu disse) e vai achar um monte de de ideia legal também. Por exemplo, pavão: http://www.pinterest.com/search/pins/?q=peacock%20costume.

* Também costumo procurar ilustrações ou fotos antigas como para uma fantasia de melindrosa: http://www.pinterest.com/larissalu/20s/.

Mas, se vocês ainda não estão convencidos, peguei algumas imagens inspiradoras, ó:

Mimooous:

mimous

Os Pássaros:

the birds

Twitter:

twitter

E essa, que eu MORRI! Do filme Madeleine:

madeleine

 

**** POSTS SOBRE CARNAVAL:

Coletânea de posts sobre o assunto

Karaokê de marchinhas

Pinterest da semana: Autoajuda do dia

Primeiro: queria pedir desculpas a quem acompanha o blog porque disse que daria dica de um Pinterest bacana por semana e na passada não coloquei nada aqui. Culpa da conjutivite que eu tive e me deixou afastada do computador por alguns dias.

Mas volto hoje pra falar do projeto Autoajuda do Dia, da Luiza Voll e Dani Arrais (do Contence.vc). O Pinterest é uma ótima fonte daquelas mensagens bacanas feitas de um jeito criativo e moderninho, como eu já tinha comentado nesse post do ano passado. Eu já estava fazendo um post sobre um dos meus álbuns lá, Inspiration, onde compilo várias dessas mensagens quando vi que Luiza e Dani tinham criado um perfil temático. Daí decidi juntar tudo pra mostrar pra vocês aqui.

Autoajuda no Pinterest é, na verdade, ajuda coletiva! Bora compartilhar!

No perfil do Pinterest, que é colaborativo, as autoras dividiram os álbuns em “intenções”. O que você precisa? Acalmar seu coração? Concentrar no trabalho? Ouvir umas verdades e parar de mimimi? Vai encontrar lá. Mas sem pieguisse, ok?

Acho o Pinterest muito agregador e uma ferramenta que tem um potencial de integração e de espaço de ação do consumidor/autor, muito mais que massa com poder de compra, sabem? Um espaço de troca de ideias, emoções, sensações virtual, mas que pode contribuir pra vida fora da rede também. Muito mais que Facebook ou Twitter… Enfim, sigam lá!

Pinterest: Márcia Mesquita (eu)

Sou viciada no Pinterest, não posso negar. Como eu coleciono imagens desde pequena, é a rede social perfeita pra mim.

Decidi indicar pra vocês perfis bacanas para seguirem toda semana. O primeiro é o meu. Como ainda estamos sob o signo de leão, decidi pegar um pouco de suas características e ser egocêntrica. Meu Pinterest é bem bacana.

Dividi o meu em categorias como:

Fashion: moda e beleza

Decoração

Inspiration: fotos e artes que me passam mensagens inspiradoras, de estilo de vida

Fotos antigas

Personalidades e pessoas que admiro

E mais uma afinidade de coisas.

Dizem ae seus perfis nos comentários, quem tiver =]

E me pina! Me segue!

Casamentos ilustres

De uns dias pra cá, meu Pinterest foi invadido por fotos de casamentos. Acho que sigo muitas pessoas que estão organizando as suas festas. Algumas coisas são beeem bacanas, outras me lembram que, com o advento da Internet, o diferente da festa acabou se espalhando e se tornando batido. Assim como a americanização do ritual… daqui a pouco, vamos surtar como a personagem principal de Missão Madrinha de Casamento, filme hilário – aliás.

Mas, no meio das fotos imitando o Max Wanger, apareceu uma foto do casamento do Serge Gainsbourg com a Jane Birkin. Ela, de vestido de crochê. Adoro fotos de casamentos de celebridades – das antigas. Aliás, adoro fotos antigas de casamentos, para observar como era em cada época. Por isso, resolvi reunir algumas aqui pra vocês:

Casamento Audrey Hepburn

Joanne Woodward e Paul Newman

 Liz Taylor e Richard Burton, que se casaram duas vezes!

 Jane Birkin e Serge Gainsbourg

Mick Jagger

Paul e Linda ❤

Casamento do Ian Curtis

Dá pra acreditar que esse casando é o Ozzy Osbourne? hahahahaha

PS.: Esse post é dedicado aos amigos Fê e Bruno, que acabaram de se casar! Felicidades ❤ ❤ ❤

Cartela de cores de coleção (de coisas)

Hilda Grahnat é uma fotógrafa e estudante de design gráfico sueca de apenas 23 anos. Alguém postou no Pinterest (siga o meu aqui!) uma foto sua com composições de sua coleção de coisas antigas, dividida por cores. Bastou para despertar minha curiosidade pelo seu trabalho. Confesso que a “correria” desse fim de domingo não me deixou ver tudo, mas gostei muito dessa cartela de cores que ela fez com sua coleção que, como mostra seu Flickr (link lá no site dela), é imensa. Ela também tem uma loja virtual onde vende algumas de suas criações (imagino que entrega deve ser só na sua região). Curti!

Abaixo, as composições da coleção de antiguidades (o agrupamento das imagens foi por minha conta, ok?):

Variáveis de verdes e marrons:

Cores primárias:

P&B básicos

Incoerência, não?

Ter um blog é uma coisa louca.

Ele não é nada profissional, mas também não é confessional. Mas às vezes, tem coisas que ficam passando na minha cabeça e eu sinto uma necessidade imensa de escrever. Mas escrever aqui. Escrever pras pessoas lerem, pro mundo ler! Mas não dá, é muita exposição, é muito pessoal e PIOR! É ridículo!

Acho ridículas coisas confessionais demais quando são sem talento. E, sinceramente, não era nada, assim… legal… Nada tão legal quanto eu acho que meus posts comuns são. Então posto esse, totalmente sem sentido.

Pelo menos acho que serviu para não postar o que eu realmente queria dizer.

Para não fazer da sua leitura algo inútil, uma foto que fiz hoje, de um coração que flagrei na minha casa.

Porque eu caço corações. Heart Hunter. Mas só o coração no sentido figurado. Ok?

Mais corações no meu board do Pinterest!

Pinterest: cheguei!

Estava adiando minha entrada no Pinterest, site de compartilhamento de imagens, porque sabia que minha vida fora do computador ou minhas ações em outras redes sociais ficariam seriamente comprometidas. Eu sou VICIADA em caçar imagens na Web, livros e revistas, então imaginem como passo agora o dia colocando em “pins” até em pessoas na rua, se bobear.

Baboseiras à parte, se vocês gostam das coisas que compartilho aqui, me sigam! http://pinterest.com/marciamesquita/